top of page
  • Foto do escritorSMF Focolari

Hora de ficar por dentro das notícias dos projetos sociais mantidos pela SMFocolari. Vamos lá?

Recolher as notícias dos projetos sociais mantidos pela SMFocolari é sempre um momento de particular alegria. Mesmo em meio a desafios e obstáculos que inevitavelmente se interpõe no percurso do trabalho, é sempre surpreendente e edificante constatar a "Força do Bem" que leva adiante todas as ações, gerando a vida que queremos compartilhar com você, caro leitor, amigo e colaborador.



O que dizem os coordenadores dos projetos:


“O trabalho se mostra bastante dinâmico assim como as demandas às quais o Centro Social Quilombo do Carmo se compromete de ir ao encontro. Temos trabalhado em várias frentes, com o desejo e empenho de não deixar ninguém para trás.

Um exemplo foi o grupo de meninos (de 12 a 16 anos) que tinham sim atividades para realizar nas suas oficinas, mas que perceberam que poderiam ter também um momento mais voltado à formação global, onde tratar de temas importantes como: pertencimento, protagonismo e responsabilidade. Esta oficina tem o título de Construção."

Aline B. de Souza- Coordenadora Local - Centro Social Quilombo do Carmo

 

“No Projeto JM as atividades estão tendo bastante engajamento das crianças e adolescentes atendidos. As oficinas são muito variadas: do esporte e mobilidade, expressões artísticas como graffiti, teatro, música até dança, além de atividades envolvendo tecnologias. Começamos o ano com muito gás, bastante novidades e com novas crianças e adolescentes! Estamos com alguns projetos “no forninho” para lançar nos próximos meses, além da nossa típica Festa Junina que já estamos começando a preparar com muito entusiasmo.”

Maria Lúcia Malatesta - Centro Social Jardim Margarida


“O trabalho com as equipes de Futsal, conhecido como JM_FC (Jardim Margarida Futsal Club) é um projeto que vem se consolidando com a orientação e incentivo propulsor de uma equipe técnica ativa e esforçada. As equipes Sub-17 e Sub-20 do JM_FC representam não apenas o presente, mas também o futuro promissor do projeto. Com um compromisso contínuo com a excelência e o desenvolvimento dos jovens talentos, o JM_FC continua a ser uma referência no futebol juvenil da região.”

 Prof. Robson Novaes Nunes- Responsável Técnico JM_FC




A Casa de Acolhida Recomeçar segue com suas atividades em prol de pessoas em situação de rua de Vargem Grande Paulista e região. A proposta é dar a cada acolhido a oportunidade de um novo recomeçar. Neste mundo onde se encontram tantos perigos, violência e degradação do ser humano, a Casa de Acolhida Recomeçar quer ser um espaço que acolhe e propõe um caminho diferente: um novo recomeçar na vida dos acolhidos.”

Jean Jaques Kasongo - Coordenador da Casa de Acolhida Recomeçar


Desde fevereiro 2024 a Casa de Acolhida Recomeçar conta com a atuação de dois novos monitores: Jean Jaques Kasongo e Guilherme H. Meira da Silva, que vieram da Fazenda da Esperança para coordenar as atividades na casa.

Foto ao lado: Guilherme contando a sua experiência de vida a um grupo de jovens.


A horta é uma atividade que tem se mostrado muito interessante e promissora. A casa já conta com clientes que vem adquirir alface, salsinha e cebolinha verde. Esta atividade tem servido para aproximar a comunidade de Vargem Grande Paulista aos serviços que a casa oferece e deste modo é possível estabelecer melhores vínculos com os acolhidos.   


Depoimento: Josué Souza Figueredo

“Os irmãos aqui na casa me ajudam bastante. A liderança da casa tem muita paciência conosco, pois cada um vem com problemas da rua. Estão sempre de braços abertos, com amor, mas também com atitudes que precisa ter para que exista o respeito, ordem e disciplina. Com tudo isto, acreditamos que a situação de cada um pode  melhorar sim.”


 

CENTRO SOCIAL QUILOMBO DO CARMO

  • O Curso de Alfabetização para adultos iniciou neste ano de 2024 e está sendo um verdadeiro divisor de águas na vida de cada participante. A professora Carol comentou que procura aplicar o método Freiriano, que estimula a educação a partir da realidade dos alunos. Por exemplo, atualmente estão trabalhando o universo da “casa”, ambiente tão próximo a cada uma das participantes.


J. N. “Eu sempre começava, mas não conseguia continuar.

Agora estou fazendo progressos com perseverança”.


  • O grupo “Caminhar faz bem” continua com as atividades que iniciaram no ano passado. Os benefícios deste momento, pensado justamente para oferecer a oportunidade de realizar uma atividade física em grupo, é também um ótimo momento para interagir, socializar e participar uns da vida dos outros. A caminhada inicia no posto de saúde local onde é aferida a pressão arterial de cada participante. Logo, segue a caminhada pelos arredores do bairro, com alongamento na praça e conclusão de volta ao posto de saúde para aferir a pressão mais uma vez.


  • Oficina para as adolescentes: momento feminino.

Desde o seu início em 2023, esta oficina foi pensada como um espaço dedicado ao diálogo e formação numa perspectiva mais holística, voltada ao crescimento e desenvolvimento das adolescentes em seus vários aspectos, desde o desenvolvimento físico, emocional, psíquico, social até a área da afetividade e sexualidade. Para isto, contamos com a ajuda de profissionais convidados especialmente para abordar temas relevantes de acordo com o planejamento da oficina, além da orientação contínua das educadoras sociais Ariane Almeida de Oliveira e Gleice M. dos Santos Gouveia.



Em vista de promover o crescimento saudável, neste ano de 2024 estão sendo abordados alguns temas importantes também com um grupo de crianças. Entre os temas, estão: higiene pessoal, como lidar com as emoções e contexto familiar: “de onde venho”.


CENTRO SOCIAL JARDIM MARGARIDA

  • Curso de introdução à TI - Tecnologia da Informação, voltado para a manutenção de hardware e software

Nesta oficina, os adolescentes e jovens aprendem a reparar alguns problemas básicos de hardware e software.

É uma oficina prática que desenvolve várias habilidades, desde a familiarização com o computador - dado que muitos não tem acesso a uma máquina - até a resolução de problemas, manuseio e reparo, considerando os aparelhos como importantes instrumentos de trabalho e de estudo. A atividade de criar um orçamento foi muito importante, pois os participantes assimilaram o valor da hora de trabalho neste setor. Através desta atividade de realizar um orçamento, os participantes da oficina puderam apreciar e valorizar seja o trabalho de quem já atua nesta área, seja do próprio trabalho, que se bem feito, pode ser bem reconhecido e bem remunerado.


  • Graffiti: O grafitti havia já iniciado com o educador social Danilo Magalhães e neste ano a atividade segue com o profissional da área de grafitti, Banguone e com o Danilo. A ideia é trabalhar o graffiti e outras formas de artes de rua: musica, estética, desenho, assinatura, identidade pessoal, história de vida, e conceitos ligados à história do grafitti. A oficina é focalizada na comunicação de valores positivos que se afirmam e encontram ressonância nos participantes, através desta arte. Também existe a intenção de desenvolver um momento de graffiti com as mães  vinculadas ao projeto, para que possam estar ao par destes conceitos, e do que está sendo trabalhado com seus filhos.


  • A oficina de Pesquisas e Curiosidades segue no JM com duas turmas: de 8 a 10 anos e de 8 a 14 anos, com os educadores sociais, Érison e Leonardo. Desde o semestre passado percebemos que as crianças tinham interesse pela oficina de TI que era inicialmente voltada para os adolescentes. Vimos que era importante trabalhar a questão da inclusão digital desde cedo, de modo a facilitar o percurso e processo do ingresso no mundo do trabalho, no futuro das nossas crianças. Para as crianças, tem muito o lado da ludicidade, então procuram temas interessantes que depois podem apresentar ao grupo, etc. Assim, a oficina se mantém interessante e divertida ao mesmo tempo.



  • Functional Kids. Voltada para o grupo de 5 a 7 anos, esta oficina trabalha: coordenação, movimento, agilidade, autocontrole, percepção do próprio do corpo e concentração. No mês de abril propomos uma aula de Yoga kids para trabalhar a percepção do próprio corpo e movimentos, orientada a crianças que talvez tenham mais dificuldade de concentração ou mesmo de acalmar-se. Então é uma atividade que responde a uma necessidade particular e algumas crianças.



“Volta a calma” é outra modalidade transversal dentro da oficina Functional Kids. É um momento voltado para o diálogo, estilo “avaliação do dia”. Um espaço onde as crianças podem comentar livremente sobre o andamento do dia, das atividades e vivências no projeto com a orientação dos   educadores sociais.


ESPALHANDO CUIDADOS – Cuidando de quem cuida.

Os encontros deste período têm como fio condutor a arte do teatro, no contexto do “ser mulher em nossa sociedade”. A intenção é que no final do ciclo de encontros seja feita uma pequena peça teatral produzida pelas próprias participantes, sempre respeitando o que desejam expressar. Os exercícios cênicos nos ajudam a refletir sobre as situações cotidianas, sobre como estas interferem em nossos comportamentos enquanto ainda fomentam valores tais como a autoestima e autoconfiança. Outro ponto interessante é o exercício da escuta, voltada à compreensão de como o outro se sente em determinadas situações. Portanto, refletir e exercitar a maneira como expressamos nossas opiniões e vontades também  faz parte deste ciclo de encontros do Espalhando Cuidados.



Na alegria de compartilhar o andamento das atividades em cada projeto, agradecemos imensamente a todos os amigos, colaboradores e voluntários que apoiam e seguem cada iniciativa a favor dos que mais precisam, com zelo, atenção, proximidade e   grande generosidade.

 

Maria Roseli Cordeiro Pimentel (Presidente – SMFocolari)

Sérgio Previdi (Diretor Executivo - SMFocolari)







34 visualizações0 comentário

Comments


APOIE, DOE E AJUDE

QR Code Ajuda SMFocolari
bottom of page