• SMF Focolari

Ideia do mês - Maio 2022

Amarmo-nos uns aos outros


O princípio de amar o próximo sempre existiu desde os tempos antigos. No Levítico está escrito: “Amarás o teu próximo como a ti mesmo”. Porém, mais tarde nasceu um aspecto novo do amor, a reciprocidade: é o amor mútuo o que cria e identifica a comunidade.



Ainda hoje, o amor mútuo pode ser o sinal que distingue todos os nossos grupos e as nossas associações. Em um ambiente em que a reciprocidade é uma realidade viva, experimentamos o significado de nossa existência, encontramos a força para seguir adiante nos momentos de dor e de sofrimento, sentimo-nos apoiados nas inevitáveis dificuldades e saboreamos a alegria.


São muitos os desafios que enfrentamos todos os dias: a pandemia, a polarização, a pobreza, os conflitos. Imaginemos, por um momento, o que aconteceria se conseguíssemos colocar em prática essa IDEIA no nosso dia a dia: diante de nós encontraríamos novas perspectivas. Aos nossos olhos se abriria o genuíno projeto da humanidade, motivo de esperança.


Mas, afinal, quem nos impede de despertar esta Vida em nós mesmos e de reavivar ao nosso redor relações de fraternidade que possam se estender para cobrir o mundo inteiro?

Marta é uma jovem voluntária que dá assistência a detentos na preparação para os exames universitários.


Ela nos conta: “A primeira vez que eu entrei na prisão encontrei pessoas com medos e fragilidades. Tentei estabelecer um relacionamento primeiramente profissional, depois de amizade, baseado no respeito e na escuta. Logo percebi que não era só eu que estava ajudando os presos, mas que também eles me davam todo apoio. Um dia, enquanto eu ajudava um estudante para um exame, faleceu uma pessoa de minha família, e, ao mesmo tempo, o jovem teve sua condenação confirmada pelo tribunal de segunda instância. Estávamos ambos em péssimas condições. Durante as aulas eu percebi que ele remoía um grande sofrimento dentro de si. Mas conseguiu confiá-lo a mim.


Carregar juntos o peso dessa dor nos ajudou a seguir em frente. Quando o exame terminou, ele veio me agradecer, dizendo que sem mim ele não teria chegado ao fim. Enquanto, por um lado, na minha família uma vida cessava, por outro lado, eu sentia que estava ajudando a salvar outra. Percebi que a reciprocidade cria relações verdadeiras, de amizade e de respeito”.


--------------------------------------

A IDEIA DO MÊS, baseada em textos de Letízia Magri, surgiu em Uruguai no contexto do diálogo de pessoas com diversas convicções religiosas e não religiosas, cujo lema é “construindo diálogo”. O fim desta publicação é o de contribuir e promover o ideal da fraternidade universal. Atualmente A IDÉIA DO MES é traduzida a doze idiomas e é distribuída em mais de 25 países.

83 visualizações0 comentário