top of page
  • Foto do escritorSMF Focolari

"Mulher: Celebrando Força, Sabedoria e Resiliência". Saiba como foi o Chá de Mulheres no Centro Social Quilombo do Carmo.

Atualizado: 25 de mar.

Havia um clima de celebração, de homenagem, de solenidade nesta quinta-feira dia 21 de março no Centro Social Quilombo do Carmo.   De fato, havia clima de tudo o que é bom e que remete à figura da mulher, que por seu próprio ser é o coração pulsante do ambiente familiar.



O Centro Social se coloriu de vários tons de rosa, para acolher com muito carinho e dedicação as mulheres do Bairro do Carmo e do Bairro Revolucionário do Carmo, para o evento “Chá de Mulheres”. A programação foi pensada pela equipe do Centro Social e proporcionou momentos luminosos para cada participante.



As palestrantes Tânia Regina da Silva e Zuleica Souza, trouxeram vivências, ferramentas e conceitos que na verdade serviram como espelho no qual cada participante podia olhar e dizer: “Esta sou eu, minha vivência é assim, quero seguir este propósito de vida, quero trilhar minha história, contribuir para a minha felicidade e para a felicidade do meu lar. Mas também quero contribuir na sociedade onde me estabeleço com minhas qualidades e potenciais únicos”.




Se percebia claramente que cada palavra era aceita e assimilada com toda a mente e com todo o coração pela audiência atenta e interessada em cada momento da programação.

Ouvindo as palestrantes que contavam a respeito de suas próprias vivências, superando obstáculos e fortalecendo-se com pensamentos, ideias e atitudes vencedoras, se vislumbrava o fato de que cada uma das mulheres ali presentes poderia também se levantar, tomar em mãos o microfone e contar sua própria história de luta e de superação.

De fato, um dos sentimentos predominantes no evento foi justamente o “sentir-se irmãs” umas das outras. E que, portanto, a primeira rede de apoio tão necessária no âmbito da emancipação e promoção das mulheres, é composta pelas próprias mulheres, amigas, companheiras, irmãs umas das outras.


Agradecemos a valiosa participação de todas e as preciosas doações que recebemos e que fizeram toda a diferença neste dia! GRATIDÃO!



 


========================

Seguem algumas impressões sobre o evento:


"O projeto com as mulheres para o Bairro do Carmo é um sonho, um projeto que a princípio foi pensado em um momento somente para elas, pensando que antes delas serem mães, tias ou avós elas são mulheres. Através de uma reunião de equipe surgiu a ideia de um chá de mulheres, o chá seria a introdução para todas as mulheres conhecerem nosso trabalho e verem o quão importante era a presença de cada uma delas naquele território. Então pensamos nesse dia como um momento de reencontro com elas mesmas, um momento de compreensão de como a “minha vida é preciosa e o meu eu é essencial” para esse território e para outras pessoas. O momento presente é importante e a vida é poder sonhar e perceber que: sou mais do que uma mãe, mais do que uma dona de casa, sou o pilar para a minha família, sou o espelho para muitos".

Ariane Almeida - Educadora Social - Centro Social Quilombo do Carmo

"Fiquei profundamente edificada pela atividade realizada no Bairro do Carmo em ocasião do dia da mulher!!! Certamente o êxito da mesma se deve a meses de contatos...grupos de caminhadas, tecendo vínculos com o público de mulheres da comunidade. Espalhar cuidados beneficia, tanto quem recebe, quanto quem articula as ações, de maneira que juntos contribuímos para a construção de uma comunidade fortalecida".

Roseli Pimentel – Presidente da SMF


"É sempre muito importante falar sobre “a mulher”, sobre apoiar outra mulher ... é algo que traz novas energias para suas lutas do dia a dia porque apoiar a mulher é viver. Quando a gente escuta uma palestrante que traz essa energia, esse olhar e a gente consegue se enxergar uma na outra, é uma coisa que te toca muito. Ali no momento da dinâmica eu estava do lado de uma pessoa que eu não conhecia e ela me disse: “Vamos nós duas”? Quando eu olhei para ela, a palavra que me veio para dizer a ela foi: “Estou ao lado de uma pessoa decidida e abençoada, porque você escolhe seu próprio caminho você é protagonista da história”. Tudo isso nos traz de volta à nossa luta, pois no dia a dia a gente cansa e pode perder as energias.   Em momentos como este, nos lembramos, que é preciso continuar.  Para mim foi gratificante, renovador e emocionante".

Maria Egídia - Moradora do Bairro do Carmo Agente de Saúde


"Estamos aqui para ajudar e a novidade no dia de hoje foi podermos nos conhecer melhor umas às outras: todas mulheres guerreiras e valentes. Esperamos esse tipo de mulher para o nosso evento e para os nossos próximos encontros. Saímos daqui renovadas e com mais força.


O empreendedorismo é isto:  é se unir dando força uma para a outra. Por exemplo, nunca tive a oportunidade de estudar.  Mas hoje faço um curso presencial em São Roque na área de Turismo (que aliás estou concluindo hoje).  Mesmo se muitos não acreditaram em mim, segui em frente e hoje vou receber meu diploma.  Já sou cozinheira profissional e já trabalho na área. Então sempre dia a você mesma: Sim, eu sou capaz"!

Adelma de Souza e Nivalda Mendes da Silva Santos - moradoras do Bairro Revolucionário

do Carmo


"Estou muito feliz de poder participar desse projeto incrível e extraordinário aqui no Quilombo do Carmo.  É um projeto que eu acredito que deveria existir em todos os lugares.  Essas mulheres empoderadas chegarão precisamente aonde elas precisam chegar. Moro na cidade de Cotia.  Sou formada em coaching.


Para mim foi extraordinário ver o impacto do que estava sendo falado e daquilo que foi colocado dentro do coração de cada participante.  Percebi logo nos olhares de afirmação que diziam: “Era isso que eu precisava ouvir”. “Era isso que eu precisava pra mudar na minha vida”. Então isso pra mim faz todo sentido dentro do meu propósito de vida, porque quero alcançar pessoas e alcançar o que o melhor das pessoas. Hoje vim para doar e também para receber, pois é sempre assim quando vai se palestrar, não é? Saio sempre mais enriquecida, pelo carinho, o abraço, o sorriso de cada participante.


Pequenas palavras que parecem que não faz tanto sentido. Talvez para algumas pessoas para elas é um divisor de água então realmente esse projeto tá de parabéns que a cidade possa investir mais que as pessoas possam investir mais nisso, porque quando se investe naquela “mão que balança o berço”, se muda o mundo".

Tânia Regina da Silva - Coach - Cotia



"Fui convidada para falar sobre Empoderamento Feminino e no projeto Maria de Verdade, a gente não consegue pensar em empoderamento feminino, se não pensar na mulher com dinheiro na mão.  Então a parte financeira é fundamental para que a mulher empoderada possa levar seu filho a um curso extracurricular, comprar roupas, ajudar com remédio ou ajudar o marido com a pagar uma conta.  Na verdade não se trata de uma mulher empoderada, mas de uma família empoderada.


Essa é a base do projeto Maria de verdade, que surgiu em 2020. O que tínhamos de recurso naquele momento eram muitas roupas que recebíamos de doação. Então pensei: “Por que não montar um brechó, por exemplo de cem peças a R$10 cada, que a mulher possa levar e vender”? Logo entendi que precisava ter um produto para sustentar o projeto Maria de Verdade. Aí veio o macramê:  o suporte para planta que é algo que todo mundo olha e fala: “Nossa, que lindo"!


A partir daí comecei a ensinar o macramê como opção de empreender dentro da sua própria casa.  Aí você pode vender online, pode montar parcerias em lojas vender também para parentes e amigos da região. Foi muito bom estar aqui hoje. Achei muito positivo ver que as participantes perceberam o propósito do projeto, que tentei trazer para elas.  Enfim, me coloco como Agente de mudança de mentalidade:  para gerar a mentalidade do empreendedorismo feminino, em vista de fortalecer estas figuras guerreiras e merecedoras de toda a atenção, amor e incentivo".

Zuleica Souza - Projeto Maria de Verdade


"Estamos aqui sempre conectadas. Aqui é como uma família e sempre nos encontramos em eventos como este.  Nossas palestrantes de hoje conseguiram nos mostrar novamente nossos próprios valores, para algumas era quase uma redescoberta de algo que estava talvez esquecido. Temos crenças, qualidades, somos artesãs, somos empreendedoras, etc. Temos muito para aportar aqui mesmo na nossa região. Por exemplo: Nosso Bairro consta na rota turística no Município de São Roque. Imagine o quanto podemos colaborar em respeito a mostrar nossa cultura, nossas artes e artesanato, etc...


Todos serão bem-vindos, serão bem recebidos.  O turista vai poder conhece o Carmo, também através do trabalho das mulheres do local, o que poderia ser uma atividade lucrativa para as mulheres. Assim poderiam desenvolver sua atividade sem negligenciar suas tarefas prioritárias do ambiente familiar".  

Gelma Moisés da Cruz – moradora do Bairro Revolucionário do Carmo.

 







53 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


APOIE, DOE E AJUDE

QR Code Ajuda SMFocolari
bottom of page