• SMF Focolari

Olhar para as estrelas

IDEIA DO MÊS - JANEIRO 2022

Quem dentre nós, seja qual for a sua cultura de origem, não sentiu um desejo pela verdade? E para possuí-la, nos aventuramos por caminhos impensáveis que nos conduzem a essa verdade: um livro, um estudo, momentos de diálogo entre ideias diferentes.


Antigamente, os sábios olhavam para as estrelas em busca daquela verdade tão desejada.

E é esse fato que inspira a nossa Ideia do Mês. Sabemos que, há mais de 2000 anos, os sábios empreenderam uma viagem, seguindo uma estrela em busca de uma luz maior que lhes daria esperança. O desejo deles pela verdade era tão grande que largaram tudo e partiram numa viagem sem saber para onde iriam ou qual seria o seu destino.



É um convite a cada um de nós a fazer o mesmo: a sair da nossa zona de conforto para nos abrirmos à aceitação mútua, a deixar tudo para empreendermos juntos um caminho que nos levará a algo maior. E como a estrela de antigamente, hoje cada um de nós é chamado a ser um sinal visível de fraternidade para os outros, uma luz que pode ser um guia e uma orientação para esta humanidade sedenta de verdade; uma luz que, antes de mais nada, se ilumina nas profundezas da nossa consciência e se torna mais brilhante com o amor.


Ao mesmo tempo, cada um de nós é chamado a aguçar o olhar para descobrir esta luz em quem nos acompanha na vida quotidiana e, por conseguinte, partilhar as nossas riquezas.

Para seguirmos esse caminho é fundamental nos reconhecermos por aquilo que somos: pequenos, frágeis, sempre necessitados de perdão e misericórdia, e por isso sinceramente dispostos a assumir essa mesma atitude para com os outros.


As palavras de Chiara Lubich podem nos ajudar, quando ela nos lembra de que temos o privilégio imenso do dom da vida para “reconhecer que eu sou nada”, e dizer isso não só com as palavras.


Para anular os nossos pensamentos ou a nossa vontade, basta deixar de pensar em nós mesmos e pensar na vontade do outro que nos é indicada no momento presente. Ter no coração o amor pelo próximo, compartilhando com ele os anseios, os sofrimentos, os problemas, as alegrias, colocando-se a serviço da defesa da dignidade humana, principalmente dos mais pobres, dos mais fracos e dos marginalizados.


Se formos sempre “amor”, seremos - sem nos darmos conta - “nada” e seremos também um ponto luminoso na vida de muitos.


=============================================================

Um amor que é luz, A IDEIA DO MÊS, baseado na Palavra de Vida do Movimento dos Focolares, surgiu no Uruguai no contexto do diálogo com pessoas de diversas convicções religiosas e não religiosas. O lema dessa iniciativa é “Construindo Diálogo”. O objetivo desta publicação é contribuir para promover o ideal da fraternidade universal. Atualmente, A IDEIA DO MÊS é traduzida para doze idiomas e distribuída em mais de 25 países.

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo