• SMF Focolari

A importância do esporte no desenvolvimento do ser humano

Conheça os valores e benefícios que contribuem para a construção da cidadania e do desenvolvimento físico/intelectual dos indivíduos através de jogos e práticas desportivas.


Foto: divulgação/Quilombo do Carmo - SMF


Segundo a Dra. em Sociologia e professora de Educação Física, Ivete de Aquino Freire, o esporte fortalece a auto-estima, cultiva o respeito ao próximo, estimula a solidariedade, incentiva a tolerância, o sentido de equipe, a disciplina e a capacidade de liderança.


Durante a I Conferencia Nacional de Esporte (Ministério dos Esportes, 2004; Costa, 2004), comentou-se o quanto a prática contribui para a obtenção de uma vida saudável. Ainda sob sua perspectiva, complementa:"todavia, não é possível afirmar categoricamente que a prática esportiva em si, garante a conquista de todos estes benefícios sociais. Por outro lado, o esporte não será sempre responsável pela formação do sujeito que o pratica, embora se reconheça a significativa influência que o mesmo pode exercer na formação social de crianças e adolescentes. A prática esportiva favorece a ocorrência de processos sociais educativos e destes, decorrem diversas ações, atitudes e comportamentos que sinalizam a forma predominante de agir socialmente. De modo consciente ou não, a forma de agir de um indivíduo tem como alicerce um determinado entendimento de sociedade e visão de mundo."


Foto: divulgação/Centro Social Jardim Margarida - SMF


Você já parou para pensar sobre a influência do esporte no desenvolvimento das pessoas, em especial, das crianças? Quando esse poderoso meio é utilizado para ampliar o funcionamento motor dos pequenos, vale olhar para o esporte como sendo subir e descer escadas, brincar de pega-pega, rastejar no chão, pular. Isso tudo já te remeteu a brincadeiras, certo? Exatamente, é brincando que se aprende.

Tudo isso é esporte, porém recheado de ludicidade. É assim que acontece o primeiro contato da criança, lá na educação infantil, com o esporte. E ela acha que está só brincando. “É nessa fase que a criança precisa trabalhar elementos motores que serão importantes para a vida dela adulta. Locomoção, manipulação e estabilização são essenciais para esse desenvolvimento”, explica Barbara Chinaglia Tagata, Assessora de Educação Física do Colégio Positivo.

É também por meio da prática esportiva que a criança desenvolve habilidades emocionais, as chamadas soft skills, além de valores que vão acompanhá-la também na vida adulta. “Nos preocupamos em transmitir valores por meio do esporte. Como, por exemplo, saber ganhar, saber perder, ter empatia pelo adversário, ser colaborativo”, conta Barbara. Disciplina: no esporte, a criança aprende a seguir regras e condutas, a cumprir horários e a ser assíduo, independentemente de suas vontades.

Dedicação: é preciso empenho para alcançar bons resultados, seja em qualquer modalidade. Quanto mais focada a criança fica em executar determinada tarefa, melhor será sua performance.

Trabalho em equipe: nos esportes coletivos, a criança aprende que se esforçar em benefício do companheiro significa ajudar a si mesmo.

Liderança: nos relacionamentos interpessoais estabelecidos com a equipe, a criança aprende sobre motivação, foco, entusiasmo, senso de propósito e confiança, características que leva à liderança.

Mérito: o esporte ensina que a criança não vence de qualquer maneira e que é necessário unir capacidade, engenho, treino, persistência, esforço e superação para poder alcançar a merecida vitória.

Diplomacia/ Fair Play: a conduta ética e o respeito, estão presentes nos esportes, ensinando a criança a lidar com diferentes pessoas e situações.

Controle emocional: é necessário aprender a lidar com frustrações o tempo todo, com as limitações do corpo, com a rivalidade, com derrotas e também com o orgulho.

Cidadania: o esporte eleva a autoestima e traz a sensação de integração/pertencimento, com a distribuição de papéis e o convívio com as regras e diferenças individuais, a criança passa a se ver parte de algo maior além de ampliar a consciência em relação aos direitos e deveres.


Foto: divulgação/Parque Mariápolis - Mariápolis Ginetta


Segundo a ONU, só uma em cada três crianças e jovens no mundo pratica alguma atividade esportiva. No Brasil, essa proporção é maior: de uma em cada seis. E em outros países pode chegar a uma em cada dez ou mais.


O esporte como atividade incorpora vários aspectos positivos relacionados ao desenvolvimento humano, especialmente quando praticado nas atividades de tempo livre, em que o indivíduo está desobrigado das atividades de trabalho e dos compromissos de caráter social – nos seus mais preciosos momentos: os de lazer e recreação.


Fernando Zornitta, doutorando em Planejamento Territorial e Desenvolvimento pela Universidade de Barcelona, complementa: "oferece benefícios para a saúde, pelos diversos aspectos que lhe são afins e relacionados – principalmente físicos, psicológicos e terapêuticos – contribuindo para uma vida saudável; oferece importantes componentes para a educação; contribui para promover a participação social, a disciplina e a competitividade e, assim, para o desenvolvimento intelectual do indivíduo que o pratica.


Foto: divulgação/Escola Jovens Por Um Mundo Unido - SMF


Segundo a Associação de Cinema e Vídeo e da Unisports – Esportes, Lazer e Cidadania, "pesquisas apontam que o esporte também promove o intercâmbio sociocultural, que ocorre através da participação da prática e dos eventos esportivos e, neste contexto, também promove os valores humanos e universais, tais como a disciplina, o senso de equipe e de coletividade, a solidariedade, a compreensão e a tolerância; os quais em conjunto contribuem para a cooperação e o estabelecimento da paz."


Aqui na SMF temos a ciência de que os eventos esportivos representam e são muito mais do que simples competições. Congregam pessoas, entidades, governos, comunidades para em nome do esporte, elevar o espírito humano, aproximar povos, confraternizar e fazer vivenciar momentos ímpares em que o homem, ele mesmo, só ou coletivamente, busca a superação, o equilíbrio, a perfeição -que nos ajudam enfim, a fazer uma aproximação da imagem e semelhança com que fomos criados.

34 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo